Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro 3, 2017

Impressionantes cores de Aurora Boreal iluminam céu da Finlândia

Aurora Boreal é vista perto da vila de Pallas, na região de Muonio, na Finlândia, na sexta-feira (8) (Foto: Reuters/Alexander Kuznetsov/All About Lapland)

Fotógrafo diz que raras vezes fenômeno é visto na escala em que foi registrado nesta sexta-feira (8) perto da vila de Pallas, na região de Muonio. Fenômeno é resultado de colisões entre partículas eletricamente carregadas do sol que entram na atmosfera terrestre.

Luzes verdes, roxas, rosa e amarelas dançaram pelo céu em exibições pelo céu do norte da Finlândia na manhã desta sexta-feira (8).


Aurora Boreal é vista perto da vila de Pallas, na região de Muonio, na Finlândia, na sexta-feira (8) (Foto: Reuters/Alexander Kuznetsov/All About Lapland)

A revista de viagens “All About Lapland” postou um vídeo em uma rede social com o impressionante show de luzes visto em Pallas, na região de Muonio, acrescentando que ele raramente é visto em uma escala como esta (veja vídeos abaixo).


Aurora Boreal é vista perto da vila de Pallas, na região d…

Série Relatos Extraterrestres: Cachimbo – PA

Na imagem, Parte S/Nº, de 23 de julho de 1997, do GEICAMP. Fundo Objeto Voador Não Identificado (OVNI). BR_DFANBSB_ARX_495_p0003_0004

Em julho de 1997, militares que estavam em serviço no Posto I do Grupo Executivo para Implantação do Campo de Provas Brigadeiro-do-Ar Haroldo Coimbra Velloso – GEICAMP, em Cachimbo, estado do Pará, testemunharam a aparição de objetos voadores não identificados. Segundo o relato, os militares viram os objetos em três oportunidades – duas vezes no dia 10 e uma vez no dia 16. Na segunda aparição do dia 10, três ocupantes de um caminhão também viram o objeto.





Para consultar o acervo do Arquivo Nacional, acesse: http://arquivonacional.gov.br/consulta-ao-acervo.html

Após clicar no link acima,clique na opção circundada em vermelho...

Clique na indicação da seta vermelha, logo digite seu e-mail e senha se for cadastrado ou cadastre-se.

FONTE: ARQUIVO NACIONAL

Algumas regiões de Plutão foram nomeadas com grandes nomes da mitologia

Todo mundo sabe que o espaço é meio gótico. Mas Plutão, no entanto, é obviamente o bebê metaleiro do sistema solar, afastado na escuridão a 7,5 milhões de quilômetros de distância da Terra. É apenas correto que o planeta-anão favorito de todo mundo – nomeado em homenagem a um deus romano do submundo – tenha algumas de suas misteriosas regiões nomeadas em honra ao metal.

Hoje, a União Astronômica Internacional (UAI) nomeou oficialmente o nome de 14 regiões geológicas de Plutão. Alguns destes nomes surgiram de uma campanha que a equipe New Horizons da NASA e a UAI lançaram em 2015, depois que a sonda conduziu um voo de reconhecimento de seis meses de Plutão. E apesar da UAI ter aprovado os temas submundo, mitologia, exploradores e cientistas para Plutão, os nomes oficiais não haviam sido revelados até agora.


Imagem: UAI

E quem quer seja criou estes nomes certamente fez sua lição de casa. Um grupo de depressões na superfície do planeta-anão foi nomeado de Djanggawul Fossae, que o UAI de…

A Cassini lançou suas fotos mais impressionantes dos anéis de Saturno

Embora a Cassini tenha apenas alguns dias restantes para estudar Saturno antes de morrer, ela está fazendo esses dias valerem a pena. Nesta sexta-feira (8), a NASA publicou o que ela diz serem “as imagens coloridas de maior resolução de qualquer parte dos anéis de Saturno”. Ao melhor estilo Cassini, essas fotos são absolutamente hipnotizantes.

A imagem acima, tirada em 6 de julho de 2017, é um composto de cor natural de uma porção do anel B de Saturno. Naquele momento, a Cassini estava girando a cerca de 76 mil quilômetros de distância dessa região. De acordo com a NASA, não está claro qual material dá aos anéis gelados seu tom bege, que é normalmente difícil de se detectar, já que Saturno tem cor similar. É apenas um desses mistérios que a Cassini, com sorte, pode ajudar a resolver.

Nesta imagem colorida melhorada da mesma foto, que você pode ver abaixo, áreas que são espectralmente mais vermelhas são feitas para parecer, bom, vermelhas, enquanto áreas com menos vermelho aparecem em…

Geografia e História... do Universo!

Data: 28/04/2015
Palestrante: Prof. Dr. Raul Abramo
Instituição: Instituto de Física (IFUSP) e NAP LabCosmos / Universidade de São Paulo

Resumo:
No início, há 14,3 bilhões de anos, o universo estava num estado totalmente caótico. Ao longo do tempo, a força da gravidade foi estabelecendo uma ordem, que atualmente se manifesta por meio de inúmeras galáxias, estrelas, planetas e assim por diante.

Hoje, sabemos que o nosso sistema solar é apenas um entre bilhões de sistemas planetários semelhantes na nossa galáxia (a Via Láctea) e também sabemos que essa Via Láctea é apenas uma entre uma infinidade de galáxias no universo.

Nesta palestra, o Prof. Dr. Raul Abramo dará um panorama da diversidade "ecológica" do universo, com uma breve excursão pelo zoológico de objetos astronômicos, tais como estrelas canibais, buracos negros supermassivos e enxames de galáxias, abordando, igualmente, sobre os principais mistérios da Cosmologia na atualidade, que são as misteriosas substâncias con…

Astrônoma americana quer fazer caça de planetas como a Terra em observatório brasileiro

POR SALVADOR NOGUEIRA

O projeto para a busca de cem planetas gêmeos da Terra pode se expandir pelo céu do hemisfério Sul. De acordo com Debra Fischer, pesquisadora da Universidade Yale e coordenadora da iniciativa, há planos para instalar uma réplica do instrumento caçador de Terras no Observatório Soar, telescópio brasileiro no Chile. Caso aconteça, colocará o Brasil no primeiro time dos caçadores de planetas.

Fischer esteve no Brasil para a Reunião Anual da Sociedade Astronômica Brasileira, que se realizou neste semana em São Paulo. Lá, ela detalhou como pretende encontrar planetas com a massa da Terra, em órbitas similares à nossa em torno de estrelas similares ao Sol. Em termos de parâmetros básicos, é o mais perto que se pode chegar de gêmeos terrestres.

A essa altura, já conhecemos um punhado de planetas rochosos e de porte similar ao da Terra fora do Sistema Solar, mas praticamente todos eles giram ao redor de estrelas de menor porte, como as anãs vermelhas, ou estão a muitas …

Raios-X revelam caráter de possíveis estrelas com planetas

GJ 176: uma estrela parecida com o Sol como mais de mil milhões de anos.
Crédito: raios-X - NASA/CXC/Queen's University de Belfast/R. Booth, et al.; Ilustração - NASA/CXC/M. Weiss

Um novo estudo em raios-X revelou que estrelas como o Sol e as suas primas menos massivas acalmam-se surpreendentemente depressa após uma juventude turbulenta. Este resultado tem implicações positivas para a habitabilidade a longo prazo dos planetas em órbita dessas estrelas.

Uma equipa de investigadores usou dados do Observatório de raios-X Chandra da NASA e do XMM-Newton da ESA para ver como o brilho de raios-X de estrelas semelhantes ao Sol se comporta ao longo do tempo. A emissão de raios-X de uma estrela vem de uma camada fina, quente e exterior chamada coroa. A partir de estudos da emissão solar em raios-X, os astrónomos determinaram que a coroa é aquecida por processos relacionados com a interação de movimentos turbulentos e com os campos magnéticos nas camadas exteriores de uma estrela.

Níveis e…

Será que os sete planetas de TRAPPIST-1 têm irmãos gigantes e gasosos?

TRAPPIST-1 é uma estrela anã ultrafria na direção da constelação de Aquário e os seus sete planetas orbitam muito perto dela.
Crédito: NASA/JPL-Caltech

O novo trabalho de uma equipe de cientistas de Carnegie tentou determinar se existem, potencialmente, planetas gigantes gasosos em órbita de TRAPPIST-1 a distâncias superiores às dos sete planetas conhecidos. A descoberta de gigantes gasosos nas fronteiras longínquas deste sistema poderá ajudar os cientistas a compreender como é que os gigantes de gás do nosso próprio Sistema, como Júpiter e Saturno, se formaram.

No início deste ano, o Telescópio Espacial Spitzer da NASA deslumbrou o mundo quando revelou que TRAPPIST-1, uma anã ultrafria na direção da constelação de Aquário, era o primeiro sistema conhecido com sete planetas do tamanho da Terra em órbita de uma única estrela. Três destes planetas estão na chamada zona habitável, a gama de distâncias que suportam, potencialmente, água à superfície de planetas rochosos.

Mas é possível q…

Telescópios extremos descobrem segundo pulsar mais rápido

O LOFAR (Low-Frequency Array), uma rede de milhares de antenas rádio, localizado principalmente na Holanda, descobriu dois novos pulsares de milissegundo investigando fontes de raios-gama anteriormente por descobrir avistada pelo Telescópio Espacial Fermi da NASA: O pulsar J0952-0607, realçado perto do centro à direita, gira 707 vezes por segundo e está agora classificado como o segundo pulsar mais rápido conhecido. A localização da primeira descoberta de um pulsar de milissegundo pelo LOFAR, J1552+5437, que gira 412 vezes por segundo, está para cima e à esquerda. A emissão rádio de ambos os pulsares diminui rapidamente a frequências mais altas, tornando-os ideais para o LOFAR. O topo desta composição mostra uma porção do céu em raios-gama pelo Fermi. Em baixo está o LOFAR perto de Exloo, Holanda, que alberga as antenas principais do complexo.
Crédito: NASA/DOE/Colaboração LAT do Fermi e ASTRON


Ao acompanhar as misteriosas fontes altamente energéticas traçadas pelo Telescópio Espacial…

Brasileiro cria novo design radical de computador quântico

Guilherme Tosi e Andrea Morello junto ao equipamento usado para resfriar os chips quânticos até próximo do zero absoluto. [Imagem: Quentin Jones/UNSW]

Design brilhante

Um pesquisador brasileiro, atualmente trabalhando na Universidade de Nova Gales do Sul, na Austrália, inventou uma nova arquitetura radical para a computação quântica.

A inovação permite a fabricação de processadores quânticos em larga escala de forma muito mais barata - e mais fácil - do que se pensava ser possível.

O brasileiro Guilherme Tosi e seus colegas explicam que a nova arquitetura permite que um processador quântico de silício seja fabricado sem a complicada e tediosa colocação precisa dos átomos que funcionam como bits quânticos, como acontece nas abordagens tentadas até agora.

Em vez disso, os qubits podem ser colocados a centenas de nanômetros de distância uns dos outros e, ainda assim, permanecerem acoplados uns aos outros pelo fenômeno quântico do entrelaçamento (ou emaranhamento). Isso não apenas é mais…

Sem baterias: Torça ou estique esta fibra e ela produz eletricidade

A fibra - aqui vista ao microscópio - é feita de nanotubos de carbono. [Imagem: Shi Hyeong Kim et al. - 10.1126/science.aam8771]

Twistron

Uma equipe internacional - da China, Coreia do Sul e EUA - desenvolveu fibras que geram eletricidade quando são esticadas ou torcidas, sem que precisem ser carregadas previamente em uma tomada.

O grupo vem trabalhando nestas fibras feitas de nanotubos há mais de uma década, e há pouco haviam conseguido transformá-las em um músculo artificial eletromecânico.

Agora batizadas de twistron, as fibras tornaram-se interessantes para a colheita de energia a partir do movimento - do andar de uma pessoa às ondas oceânicas. Por exemplo, quando costurados em uma roupa, fios tecidos com essa técnica podem ser usados para alimentar pequenos aparelhos e sensores.

"A maneira mais fácil de pensar em coletores de twistron é pegar m pedaço de fio, esticá-lo, e ele produz eletricidade," descreveu o professor Carter Haines, que já havia fabricado fibras de li…

Avião A320 teve encontro próximo com um UFO em aeroporto na Escócia

Aeronave teve um encontro próximo na Escócia durante o crítico momento da aterrissagem

Sistemas de alerta a bordo da aeronave não detectaram o intruso; caso está sendo investigado pela autoridade aeronáutica, e foi relatado em um fórum onde pilotos descrevem situações de risco que experimentaram

O site UK Airprox Board é um fórum de discussão para profissionais da aviação, onde são descritas situações de risco chamadas "airprox". A palavra descreve qualquer incidente no qual, na opinião de pilotos, controladores de voo ou outros profissionais, a distância entre aeronaves, suas posições relativas ou velocidade não estavam de acordo com as normas, comprometendo a segurança de voo. Um post nesse fórum descreve um incidente acontecido em 26 de maio último, nas proximidades do Aeroporto de Glasgow.

O piloto de uma aeronave Airbus A320 de uma empresa aérea britânica escreveu que estava a aproximadamente 5,5 quilômetros na aproximação final da Pista 23 do aeroporto, quando a tripu…

Fogo de Santelmo

O fogo-de-santelmo (ou fogo de São Telmo ou ainda fogo de Santo Elmo) consiste numa descarga eletroluminescente provocada pela ionização do ar num forte campo elétrico provocado pelas descargas elétricas. Mesmo sendo chamado de fogo, é na realidade um tipo de plasma provocado por uma enorme diferença de potencial atmosférica.

O fogo-de-santelmo deve o seu nome a São Pedro Gonçalves Telmo ou a Santo Erasmo (também conhecido como Santo Elmo ou São Telmo), santos padroeiros dos marinheiros, mareantes e barqueiros, que haviam observado o fenômeno desde a Antiguidade, e acreditavam que a sua aparição era um sinal propício e que acalmava a tempestade.

Fisicamente, é um resplendor brilhante branco-azulado que, em algumas circunstâncias, tem aspecto de fogo de faísca dupla ou tripla, que surge de estruturas altas e pontiagudas como mastros, cruzes de igreja e chaminés.

O fogo-de-santelmo se observa com frequência nos mastros dos barcos durante as tormentas elétricas no mar, alterando a bússo…

Explosão solar mais intensa em mais de uma década avança na direção da Terra

POR SALVADOR NOGUEIRA

Na quarta-feira (6), satélites detectaram uma explosão solar de alta intensidade que chegou a causar interferência nas comunicações por rádio no lado iluminado da Terra. Foi o maior desses eventos em mais de uma década e gerou uma ejeção de matéria do Sol que agora avança na direção da Terra e deve chegar por aqui na sexta-feira. Mas não há nada com que se preocupar. Me dá um minuto?

Explosões solares não são uma coisa inesperada, se você imaginar que o Sol na verdade é uma imensa bola de gás com um núcleo que equivale a zilhões de bombas de hidrogênio explodindo simultaneamente.

Com sua dinâmica mega-energética, o Sol gera campos magnéticos intensos, e são eles os responsáveis pelo surgimento das manchas solares — regiões mais escuras na superfície do Sol de onde costumam emanar as explosões solares. A coisa acontece quando o campo magnético local acaba superaquecendo aquela região da superfície e acelerando partículas a uma velocidade imensa.

Esse processo ger…

Cosmos (Carl Sagan)

Cosmos : Cosmos foi uma série de TV realizada por Carl Sagan e sua esposa Ann Druyan, produzida pela KCET e Carl Sagan Productions, em associação com a BBC e a Polytel International, veiculada na PBS em 1980. A série Cosmos é um dos mais formidáveis exemplos da amplitude e eficácia que a divulgação científica pode atingir por meios audiovisuais, quando servida por uma personalidade carismática como Carl Sagan e por meios técnicos adequados.















FONTE: Cientista Nerd

Portal para espíritos: cientistas dizem ter desvendado segredo dos geoglifos gigantes da Amazônia

Os geoglifos do Acre eram um espaço de comunicação espiritual e de ritual com a natureza, afirma uma equipe de cientistas da Universidade de Helsinki, na Finlândia, e da USP.

Esses enormes desenhos geométricos na terra foram descobertos na Amazônia brasileira em 1977. Mas o desmatamento e estudos posteriores no terreno identificaram cerca de 500 somente no Acre, próximo à fronteira com a Bolívia.

Os desenhos no solo exibem diferentes formatos. São quadrados, círculos, elipses, octógonos ou "Us" e podem ter até quatro metros de profundidade.

"Combinando dados etnográficos e arqueológicos do Alto Purus, Brasil, o artigo mostra como a história antiga e a sociocosmologia estão profundamente 'escritas' na paisagem na forma de estruturas geométricas de terra trinchadas no solo, que materializam interações entre atores não humanos e humanos", escreveram Sanna Saunaluoma, pesquisadora da USP, e Pirjo Virtanen, da Universidade de Helsinki, no resumo do artigo que p…

Céu da Semana

Planetário do Rio de Janeiro

Céu da Semana - 04/09 a 10/09/2017

No programa desta semana, falamos sobre a Bússola e o Oitante, duas constelações criadas por La Caille que representam instrumentos usados na navegação marítima.




Céu da Semana - 28/08 a 03/09/2017

Entre as curiosas criações do astrônomo francês Nicolas de La Caille, estão quatorze novas constelações no céu do Hemisfério Sul que retratam invenções da era do Iluminismo. Assista o Céu da Semana e descubra o que elas simbolizam!



FONTE: UNIVESP TV


Novas observações feitas pela sonda Juno estão alterando teorias sobre as auroras de Júpiter

Júpiter possui a maior e mais poderosa aurora do Sistema Solar. Por mais espetacular que ela seja, no entanto, muito pouco se sabe sobre essas bailarinas de luz do sul e do norte. Uma pesquisa recente da nave espacial Juno da NASA está fornecendo novas evidências sobre as auroras de Júpiter – e está se tornando cada vez mais claro que elas não são nada do que esperávamos.

Uma nova pesquisa publicada na Nature está expandindo – e dramaticamente alterando – a nossa compreensão de como as auroras de Júpiter funcionam. Antes do novo estudo, os cientistas assumiram que as luzes do Sul e do Norte de Júpiter operam de acordo com os mesmos processos que produzem as fortes aurora na Terra, mas novos dados da sonda espacial Juno sugerem que este não é o caso. Ao contrário do nosso planeta, onde as auroras polares são acionadas pela aceleração de elétrons, as em Júpiter são provocadas por elétrons presos no enorme campo magnético do planeta. O novo estudo, porém, levanta tantas perguntas quanto…

Curiosity descobriu algo que levanta mais perguntas sobre a vida em Marte

Todos, de David Bowie a astrobiólogos e malucos de chapéu de papel alumínio, já fizeram esta pergunta: existe vida em Marte? Embora tenhamos encontrado evidência direta de água líquida no planeta vermelho, ainda temos de encontrar micróbios lá. Mas nem toda esperança está perdida – novas descobertas da sonda Curiosity da NASA têm trazido evidências mais convincentes de habitabilidade em Marte. Quero dizer, em teoria, toda essa vida está morta há bilhões de anos, mas ainda assim.

Pesquisadores que estudam os dados da Curiosity dizem que a sonda detectou boro na cratera Gale de 3.800.000.000 anos de idade. O boro é um elemento que pode catalisar a formação de ARN, ou ácido ribonucleico, a cópia de carbono de cadeia simples de ADN encontrado em todas as células vivas quando dissolvido em água. O boro foi descoberto em veios minerais de sulfato de cálcio sugestivos de águas subterrâneas antiga, então a equipe acredita que isso possa significar que pelo menos um pouco da água uma vez este…

Avião espacial super secreto dos EUA volta à órbita nesta semana com ajuda da SpaceX

O avião espacial cheio de segredos X-37B, da Força Aérea dos Estados Unidos, voltou à Terra em maio deste ano, depois de dois anos misteriosos em órbita. Ninguém sabe o que ele estava fazendo lá, já que a missão é altamente confidencial, mas ele está voltando à órbita nesta quinta-feira (6). E, desta vez, com uma ajudinha da SpaceX.

Sim, o Boeing X-37B, não tripulado, completou quatro missões e passou um total de 2.085 dias em órbita. Mas esta é a primeira missão em que ele não será lançado de um foguete Atlas 5. Em vez disso, o lançamento de agora será em um foguete Falcon 9, da SpaceX.

A SpaceX passou a ser autorizada a lançar cargas úteis militares norte-americanas em 2015 e, além de levar esse avião espacial para a órbita, a empresa vai lançar satélites para a Força Aérea dos Estados Unidos em 2018.


O Veículo de Teste Orbital X-37B (OTV-5) está sendo preparado no Centro Espacial Kennedy, para seu lançamento em 7 de setembro de 2017 (Boeing)

“A capacidade de lançar o Veículo de Te…

Mensagem alienígena simulada é decodificada rapidamente por voluntários

O radiotelescópio SKA, o maior do mundo, representará um novo capítulo na busca por inteligências extraterrestres.[Imagem: Xilos Studios]

Dos ETs e para os ETs

Há décadas os radiotelescópios têm estado alertas aos sons do cosmos na esperança de captar uma mensagem alienígena.

Ainda não tivemos sorte, então, enquanto espera, um pesquisador alemão teve a ideia de fazer uma rodada de testes: Ele simulou uma mensagem que teria sido recebida do espaço exterior e então desafiou o público a descriptografá-la.

"Eu fingi ser um alienígena que podia contar e tinha uma aparência física. Então criei uma foto do meu sistema planetário codificado em binário - zeros e uns," conta René Heller, pesquisador do Instituto Max Planck para Pesquisas do Sistema Solar, na Alemanha.

A ideia de Heller é baseada em algo que a humanidade já fez, gravando dados sobre a humanidade e nosso endereço cósmico em um disco de ouro, que está a bordo das sondas Voyager, que seguem rumo ao espaço exterior.

Em ab…