Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto 20, 2017

Série Relatos Extraterrestres

Douglas DC-3 envolvido no caso

O fundo Objeto Voador Não Identificado (OVNI), custodiado pelo Arquivo Nacional, contém inúmeros registros de casos de observação de OVNI por tripulações de aeronaves comerciais e militares. Um desses casos ocorreu em agosto de 1954, quando membros da tripulação de uma aeronave da Varig avistaram uma forte luminosidade durante voo de Porto Alegre ao Rio de Janeiro. Na imagem, relatório preparado pela tripulação sobre a ocorrência, contendo detalhes sobre o comportamento do objeto, 6 de agosto de 1954. Fundo Objeto Voador Não Identificado. BR_DFANBSB_ARX_03


Para consultar o acervo do Arquivo Nacional: http://arquivonacional.gov.br/…/sian-sistema-de-informacoes…

FONTE: ARQUIVO NACIONAL

CIA manipulou estudos para obter controle sobre a questão ufológica

A CIA manobrou para desacreditar o Projeto Blue Book e os UFOs

Agência de Inteligência manobrou para desqualificar o Projeto Blue Book e manter segredo sobre o assunto dos UFOs

Entre 1958 e 1966 a Força Aérea norte-americana (USAF) foi obrigada a ser a imagem pública do estudo ufológico oficial nos Estados Unidos, ao passo que a Agência Central de Inteligência (CIA) desde 1957 buscou tomar o controle do aparato de estudo científico da comunidade de Inteligência. Isso colocou a USAF na posição de realmente fingir ser o órgão do governo responsável pelo estudo dos UFOs. Então em 1966 a Força Aérea, sob pressão do Congresso norte-americano, apontou o físico Edward U. Condon para liderar um "estudo científico e independente dos UFOs", conforme apresentado para a imprensa.

Edward Condon fez parte do Projeto Manhattan durante a Segunda Guerra Mundial, que resultou na fabricação da bomba atômica, e depois da guerra realizou estudos e desenvolvimentos de ogivas de reentrada atmosfé…

Observação interestelar estranha poderia desvendar mistérios da matéria escura

“Eu não sei!” está entre as frases mais científicas que você pode proferir. “Eu não sei” é a razão pela qual se faz ciência, afinal de contas. “Eu não sei” significa mais financiamento, mais empregos, mais mistérios e, por fim, mais casos de “agora eu sei”. Astrônomos agora descobriram um “eu não sei” que pode se tornar uma ferramenta importante para estudar novos “eu não sei”.

Se isso não faz sentido algum, aqui vai: uma equipe internacional de astrônomos descobriu uma série de formas estranhas em dados vindos de fontes distantes de ondas de rádio. Eles levantam a hipótese de que as quedas na frequência vêm de algumas fontes misteriosas passando em frente à luz, talvez buracos negros ou centros de aglomerados de estrelas. Se a hipótese estiver correta, eles acham que podem ter descoberto uma nova maneira de examinar essas fontes — fontes essas com massas difíceis de se observar de outros meios.

Essas quedas estranhas “podem, portanto, fornecer um poderoso novo método de explorar len…

Telescópio James Webb irá estudar os "mundos oceânicos" do Sistema Solar

O Telescópio Espacial James Webb da NASA vai usar as suas capacidades infravermelhas para estudar os "mundos oceânicos" da lua de Júpiter, Europa, e da lua de Saturno, Encélado, somando às observações feitas pelos orbitadores Galileo e Cassini. As observações do Webb também podem ajudar a orientar futuras missões às luas geladas.

Europa e Encélado estão na lista dos alvos escolhidos por observadores de tempo garantido, isto é, cientistas que ajudaram ao desenvolvimento do telescópio e, portanto, estão entre os primeiros a usá-lo para observar o Universo. Um dos objetivos científicos do telescópio é estudar planetas que possam ajudar a esclarecer as origens da vida, mas isto não significa apenas exoplanetas; o Webb também ajudará a desvendar os mistérios ainda detidos por objetos no nosso próprio Sistema Solar (de Marte para fora).

Geronimo Villanueva, cientista planetário do Centro de Voo Espacial Goddard da NASA Greenbelt, no estado norte-americano da Maryland, é o cientis…

Essa sonda pode investigar o misterioso oceano da maior lua de Saturno

A maior lua de Saturno, Titã, é o possível resultado de um planeta projetado por Salvador Dali. Tem lagos de metano, areia carregada eletricamente e, supostamente, um oceano escondido sob sua crosta. Enquanto a nave espacial Cassini e Huygens revelaram alguns desses mistérios, muitas questões permanecem sobre essa estranha lua.

Recentemente, uma equipe de pesquisadores do Laboratório de Física Aplicada Johns Hopkins (APL) propôs uma sonda que eles acreditam poder enfrentar as muitas estranhezas de Titã. É um quadricóptero duplo chamado “Dragonfly”, que tiraria amostras da superfície e da atmosfera da lua em vários locais usando espectrometria de massa, espectrometria de raios gama e muito mais. Também é bonito pensar em um quadricóptero que flutua ao redor de uma lua alienígena como uma libélula.


Arte conceitual do Dragonfly. (Image: APL/Mike Carroll)

“Titã é um lugar único no nosso sistema solar”, Elizabeth Turtle da APL, investigadora principal do Dragonfly, disse ao Gizmodo. “É a …

Parasita antigo encontrado em autópsia de múmia conta história de terror atemporal

Análises de tomografia computadorizadas recentemente feitas em um homem mumificado de 375 anos de idade revelaram um nódulo incomum em seu fígado, que aparentemente abrigou “um grande número” de ovos de um fascíola parasita. Os pesquisadores supuseram que o parasita, chamado de Paragonimus westermani, veio do consumo de crustáceos crus, seja por prazer ou, ironicamente, por razões médicas. À época, médicos na Coreia do Sul acreditavam que “suco de lagostim” podia curar sarampo, então é possível que esse pobre rapaz tenha piorado ainda mais antes de morrer. Essa nova pesquisa foi publicada no Journal of Parasitology.

Ovos parasitas (Imagem: Journal of Parasitology)

Esse tipo específico de infecção de paragonimus, chamada de paragonimíase hepática, ocorre quando os vermes parasitas se instalam nos pulmões de uma pessoa ou, nesse caso, seu fígado. Embora o hospedeiro normalmente não sinta nenhum sintoma imediatamente, eles podem eventualmente sofrer de diarreia, vômitos e até mesmo tosse…

Este incrível vídeo das Altas Planícies durante o eclipse me deixou em prantos

As pessoas reclamam muito das Altas Planícies, basicamente reclamam sobre elas serem planas e lisas enquanto dirigem por estradas infinitamente retas. Mas uma turnê em lugares como Western Nebraska ou South Dakota revela uma paisagem sublime sob um amplo céu, acompanhado da humilhante noção que você é apenas um pequeno humano nesse estrondoso planeta.

Um vídeo provavelmente não consegue capturar o sentimento como uma picape e um violão conseguem, mas esse novo lançamento do projeto SKYGLOW chega bem perto. Os produtores foram para Carhenge, uma recriação bem mundana de Stonehenge, para apresentar STORMHENGE.

A equipe produziu o vídeo de time lapse em quatro sessões de 2015 a 2017 no sítio de Western Nebraska, que consiste em 39 carros pintados dispostos em um círculo de 30 metros como o homólogo britânico. A região tem dias e noites bem claros, assim como tempestades violentas graças à sua localização, e ambos são capturados no vídeo.

Mas Carhenge recebeu mais do que a sua participaç…

Cientistas desvendam mistério matemático em tábua da Babilônia

Tábua Plimpton 322 tem 3.700 anos de idade (Foto: UNSW/Andrew Kelly)

Grupo da Universidade de Nova Gales do Sul, na Austrália, descobriram que objeto era possivelmente uma tábua trigonométrica, usada por ancestrais para calcular como construir palácios, templos e canais.

Pesquisadores da Universidade de Nova Gales do Sul, na Austrália, descobriram que um objeto de argila de 3.700 anos é, na verdade, uma tábua trigonométrica, a mais antiga escritura matemática para calcular como construir palácios, templos e canais.

A nova pesquisa publicada nesta quarta-feira (24) mostra que os babilônios foram mais rápidos que os gregos para a invenção da trigonometria (estudo dos triângulos). Eles teriam chegado mil anos mais cedo, de acordo com os cientistas, o que revela uma antiga sofisticação matemática escondida até agora.

Conhecida como Plimptom 322, a pequena tábua foi descoberta no início do século XX no sul do Iraque pelo arqueólogo Edgar Banks -- ele inspirou o personagem do cinema Indian…

Mistérios do dodô revelados séculos depois dos marinheiros comerem eles todos

Embora o dodô já tenha morrido há muito tempo – porque os seres humanos comeram eles todos – a memória deles vive na nossa imaginação. Muito sobre os pássaros peculiares – que eram endêmicos apenas das ilhas Maurícias – continua sendo um mistério, mas uma nova pesquisa finalmente forneceu algumas ideias sobre os hábitos reprodutivos e o ciclo de vida do dodô.

Imagem cortesia de Julian Pender Hume

Um estudo publicado hoje em Scientific Reports analisou a estrutura de 22 fósseis de 22 dodôs diferentes (Raphus cucullatus) coletados de vários lugares das Maurícias. Alguns dos ossos eram de dodôs juvenis, que curiosamente continham muitos tecidos conhecidos como ossos fibrolamelares. O osso fibrolamelar é tipicamente encontrado em dinossauros, aves e mamíferos de crescimento rápido, de modo que os pesquisadores sugerem que os dodôs cresciam rapidamente até atingir sua maturidade sexual.

Imagem cortesia de Julian Pender Hume

Alguns ossos continham cavidades incomuns, que a equipe acredita es…

Voyager preferiu não ir a Plutão, diz cientista-chefe

POR SALVADOR NOGUEIRA

Durante seu planejamento inicial, a missão Voyager, que completou 40 anos no espaço no último domingo (20), poderia ter ido até Plutão — então tido como o nono planeta do Sistema Solar. Mas os cientistas preferiram deixar para lá, em nome de outro alvo: Titã, a maior das luas de Saturno. É o que conta Ed Stone, 81, cientista-chefe da missão desde 1972, em entrevista ao Mensageiro Sideral.

Uma possibilidade originalmente aventada seria mandar a Voyager 1 para Júpiter, Saturno e, de lá, para Plutão, enquanto a Voyager 2 visitaria Júpiter, Saturno, Urano e Netuno, como de fato aconteceu. Mas os cientistas estavam especialmente intrigados com Titã, a única lua do Sistema Solar a abrigar uma atmosfera densa recheada de moléculas orgânicas. Só que a trajetória ótima para o estudo de Titã impediria a sonda de ganhar o impulso gravitacional certo de Saturno para pegar o caminho de Plutão. E aí, entre um alvo e outro, os pesquisadores da Nasa preferiram ficar com Titã.

“…

Imagem holográfica poderá detectar sinais de vida no espaço

Dizer o que está vivo no meio de uma infinidade de partículas microscópicas não é uma tarefa tão fácil quanto parece. [Imagem: Manuel Bedrossian et al. - 10.1089/ast.2016.1616]

Busca por vida extraterrestre

Desde o programa Viking da NASA, no final da década de 1970, nenhuma sonda espacial foi lançada para procurar explicitamente por vida extraterrestre - isto é, por organismos vivos reais. Em vez disso, o foco tem sido encontrar água.

Acontece que a lua Encélado, de Saturno, tem muita água, equivalente a um oceano terrestre, embora escondida sob uma concha gelada que cobre toda a superfície. Isso já é suficiente para transformar Encélado no alvo número um na busca por vida extraterrestre - vida microbiana, diga-se de passagem.

Uma das ideias sendo consideradas consiste em fazer uma sonda espacial voar através dos gêiseres ejetados pelo oceano subterrâneo de Encélado e procurar organismos vivos nesse vapor de água.

Contudo, embora encontrar bactérias em uma amostra de água no laborató…

Ondas gravitacionais revelam comportamentos inesperados de buracos negros distantes

A descoberta de ondas gravitacionais do ano passado pode ter parecido o fim de uma era – uma ocasião importante em que um experimento preciso finalmente terminou uma busca de cem anos, confirmando uma previsão impressionante feita por Albert Einstein. A descoberta, no entanto, gerou um campo inteiramente novo de astronomia, e os resultados finalmente estão começando a aparecer.

E você provavelmente pode adivinhar como são essas descobertas iniciais: estranhas.

Uma equipe de pesquisadores analisou os dados das três detecções de ondas gravitacionais (e uma detecção provável, mas não definitiva) que os Observadores de Onda Gravitacional do Interferômetro de Laser (LIGO) fizeram desde que foram ativados. Os cientistas estão longe de tirar conclusões e ter algumas opções sobre como os pares de buracos negros se formam. Independentemente de onde essa pesquisa os levar, o resultado final provará que os buracos negros distantes – aqueles que produziram as ondas gravitacionais que o LIGO dete…

Um pouquinho atrasado: Céu da Semana - 21/08 a 27/08/2017

Retomamos nossa série de programas sobre as Constelações criadas pelo abade francês Nicolas De La Caille, falando sobre a Máquina Pneumática e a Fornalha, constelações que representam a tecnologia de ponta do século 18.



FONTE: UNIVESP TV

Matéria de Capa | Poeira de estrela | 19/08/2017

Seriamos nós, humanos, parte alienígenas, formados pelo que sobrou da poeira de estrelas e supernovas, após gigantes explosões, que tiveram impacto em todo o universo? Cientistas levantam a hipótese de que, ao contrário do que se acreditava, as explosões ocorreram em pontos mais distantes do universo, muito além da via láctea. Porém, uma teoria todos concordam: cada ser humano é feito de material restante das explosões ocorridas há bilhões de anos.



FONTE: Matéria de Capa

Pode estar chovendo diamante em Urano e Netuno, segundo cientistas

Saiam da frente Júpiter e Saturno, um monte de diamantes pode ser encontrado em dois dos lugares mais misteriosos do nosso sistema solar: Urano e Netuno. Pesquisadores usando o Centro de Aceleração Linear de Stanford demonstraram em laboratório – com uma das fontes de raio-x mais brilhantes do planeta – que as profundezas destes gigantes gelados é perfeita para a formação de diamantes.

Os cientistas por trás da descoberta estão muito animados, já que é a primeira vez que este efeito foi reproduzido em um ambiente laboratorial semelhante as profundezas das atmosferas de ambos os planetas. Pesquisadores há muito tempo se questionam sobre os efeitos de ter uma abundante quantidade de hidrogênio, hélio e metano (que dá aos planetas o distinto tom azul) e se estas circunstâncias químicas são ideais para a formação de diamantes.

“Essa [condição] irá gerar a precipitação de diamantes dentro destes corpos celestiais”, explica ao Gizmodo Dominik Kraus, autor do artigo e pesquisador da Helmhol…

A Estação Espacial Internacional fez o melhor photobomb do eclipse solar

Os norte-americanos viraram seus olhos e câmeras para o alto nesta segunda-feira (21), para observar o aguardado eclipse solar total, que virou evento mundial e teve até participação especial do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, mostrando ao mundo exatamente o que não fazer durante o fenômeno. E outra imagem curiosa foi capturada, desta vez pela NASA, mostrando talvez o photobomb (ato de arruinar uma foto se colocando no meio da cena registrada) mais peculiar dos últimos tempos: a Estação Espacial Internacional passando em frente ao Sol parcialmente obscurecido.

As imagens foram capturadas pelo editor de fotos da NASA Joel Kowsky, em Banner, no estado do Wyoming. Enquanto a Lua parcialmente cobria e escurecia o Sol, a pequenina EEI voava em frente à estrela, dando sua contribuição. Kowsky registrou ainda uma versão com toda a travessia da Estação Espacial Internacional ao longo da silhueta do Sol, além de um vídeo de 1.500 quadros por segundo, que você vê nesta ordem abaix…

Marte pode ter tempestades de neve noturnas assustadoras

O planeta natal de Elon Musk, que os humanos conhecem como Marte, está repleto de surpresas. O planeta tem uma lua desmoronando sob o peso de seu próprio estresse, pode ser apropriado para o cultivo de batatas e abriga restos de um oceano antigo gigante. Aparentemente, esse é só o começo da estranheza absurdamente maravilhosa de Marte.

Um novo estudo publicado nesta segunda-feira (22), na Nature Geoscience sugere que o Planeta Vermelho pode passar por tempestades de neve pequenas mas intensas de noite. Embora já saibamos sobre as rajadas marcianas há algum tempo, essa pesquisa sugere que as tempestades de neve noturnas são na verdade localizadas e com neve se movimentando rapidamente.

É difícil visualizar Marte — que parece um deserto ou uma caixa de areia — como um lugar em que pode cair neve. De acordo com os modelos dos pesquisadores, nuvens de gelo de água ainda conseguem se formar na atmosfera de Marte, que é aproximadamente 100 vezes mais fina que a da Terra e contém significat…

Reciclar urina e suor de astronautas pode ser a solução para levar o homem a Marte

Em Perdido em Marte, Matt Damn usa as próprias fezes para fertilizar batatas e sobreviver no planeta vermelho. Enquanto todos sabem que o Matt Damon não é de fato um astronauta, sabemos que excremento humano é bem real – e ele pode ser um fator integral para enviar humanos a Marte em um futuro próximo.

Pesquisadores da Universidade Clemson, na Carolina do Sul, estudam como moléculas do suor e urina dos astronautas podem ser convertidos em plástico para ser usado como ferramentas dentro da nave. A equipe foca em uma linhagem de levedura chamada Yarrowia lipolytica, que os astronautas cultivariam com o carbono e nitrogênio do próprio excremento. A levedura então agiria como um “reciclador espacial”, criando óleos e gorduras que eventualmente poderiam servir de material para a produção de bioplásticos. O trabalho dos pesquisadores será apresentado esta semana no 254º Exposição e Encontro Nacional da American Chemical Society (ACS).

Se tudo correr conforme o planejado, a Yarrowia lipol…

Elon Musk revela o novo traje espacial lustroso da SpaceX

A SpaceX funciona de maneira misteriosa, porém, nesta quarta-feira (23), Elon Musk decidiu presentear os fãs com a primeira demonstração dos trajes espaciais da companhia. Em apenas algumas horas, os entusiastas enlouqueceram coletivamente, e isso não é completamente injustificado: a estética preto e branco é lustrosa e sofisticada, como se o Daft Punk fosse a Wimbledon.

Os trajes serão usados por astronautas da NASA dentro da Dragon Capsule, da SpaceX, que vai levar e trazer astronautas da Estação Espacial Internacional. Embora as informações ainda sejam escassas, Musk diz que planeja soltar mais aperitivos sobre o traje espacial nos próximos dias.

“Vale notar que isso de fato funciona (não é apenas um conceito)”, Musk escreveu no Instagram, onde apresentou a imagem. “Já foi testado em pressão de vácuo dupla. Foi incrivelmente difícil balancear estética e funcionalidade. Fácil de fazer qualquer uma delas separadamente.”

Como o The Verge aponta, o traje da SpaceX é incrivelmente pare…

Imagem mais detalhada já registrada de uma estrela traz também um mistério

Existem alguns lados negativos em novas observações, e confusão pode ser um deles. Novas imagens estelares trazem mistérios que vão exigir mais tempo e esforço para serem compreendidos. Isso é compensado pelo quão detalhadas podem ser essas imagens produzidas pelos cientistas. E, é claro, cientistas gostam de ouvir que têm mais trabalho a fazer.

Uma equipe usando o Very Large Telescope Interferometer (VLTI), no Observatório Paranal, no Chile, capturou essa imagem incrivelmente detalhada da superfície da brilhante estrela Antares. Essa é provavelmente a imagem mais detalhada de uma estrela já registrada (até mais do que isso aqui). Ainda assim, as novas observações trouxeram incerteza na forma de aglomerados de gás se movendo rapidamente na atmosfera de Antares.

“A convecção por si só não explica os movimentos turbulentos e a extensão atmosférica observados”, escrevem os autores no artigo, publicado na semana passada no periódico Nature, “sugerindo a operação de um processo ainda a se…

Prazo para corrida espacial privada à Lua é estendido

Participantes do Google X Prize agora têm até março de 2018 para alcançarem o satélite e receber US$ 20 milhões

As cinco equipes restantes na corrida de US$30 milhões para a Lua agora têm um pouco mais de tempo para realizar suas missões - e a chance de ganhar um dinheiro adicional no caminho.

O Prêmio Lunar X da Google (GLXP, na sigla em inglês) oferece US$20 milhões para a primeira equipe com financiamento privado que pouse suavemente uma nave espacial na Lua, movimente-a por ao menos 500 metros e transmita fotos e vídeos em alta definição para a Terra. A segunda equipe a completar essas tarefas fica com US$5 milhões, e outros US$5 milhões estão disponíveis para uma variedade de outras conquistas, fazendo o valor total somar US$30 milhões.

As diretrizes do GLXP estabeleciam que as equipes deveriam lançar suas naves até dia 31 de dezembro de 2017 para serem elegíveis para os prêmios. Contudo, isso mudou: agora, as equipes precisam completar suas missões até dia 31 de março de 2018,…

Teoria maluca sugere que metais pesados vieram de buracos negros parasitas

Se você tivesse que classificar as coisas mais loucas do universo, existem alguns candidatos óbvios: raios gama, rajadas rápidas de rádio e quasares, por exemplo. Mas nenhuma lista estaria completa sem os buracos negros e os primeiros menos densos dos buracos negros, a estrela de nêutrons. Essas coisas super comprimidas podem causar deformações doidas no espaço. Então, o que acontece se um engolisse o outro?

Alguns cientistas acham que o resultado seria algo muito pesado… Literalmente. Um time de pesquisadores das Universidades de Los Angeles e San Diego consideraram que a interação entre buracos negros que se formaram segundos após o big bang e as estrelas de nêutrons, densas massas de nêutrons que estavam a apenas alguns quilômetros distantes de tudo isso e cheias de massa. E aí os pesquisadores pensam que o metal pesado do universo pode ter acontecido a partir dessa interação.

O problema é que os cientistas não sabem direito de onde vieram determinados elementos que se formam rapi…

Por que Einstein teve que esperar que um eclipse confirmasse sua teoria da relatividade

Um eclipse foi crucial para provar que a teoria de Einstein estava correta. (SCIENCE PHOTO LIBRARY)

Em 1905 nosso Universo mudou. Um funcionário de 26 anos que trabalhava no escritório de propriedade intelectual da Suíça transformou nossa visão sobre o espaço, o tempo, a matéria e a energia.

Ele tinha uma gaveta secreta que, segundo dizia a seus amigos, era seu Departamento de Física Teórica. Dali saíram, entre março e junho daquele ano, cinco trabalhos científicos que revolucionaram as leis da física.

Um deles foi um método para determinar o tamanho dos átomos, com o qual finalmente recebeu seu título de doutor (foi sua terceira tentativa).

Os outros quatro são os chamados "artigos do Annus Mirabilis (ano milagroso, em latin", que enviou para a revista Annalen der Physik. Eles explicavam o movimento browniano, o efeito fotoelétrico e desenvolviam a equivalência massa-energia e a relatividade especial.

Com este último artigo, fez da velocidade da luz uma constante universal…

'Invasão' de algas pode ter revolucionado a vida na Terra

Há mais de 650 milhões de anos, a Terra congelou de polo a polo (SPL)

A vida na Terra que conhecemos deve muito a uma "invasão" ocorrida há 650 milhões.

Segundo uma equipe internacional de cientistas, a proliferação de uma alga marinha possibilitou que os primeiros animais microscópicos evoluíssem.

Este é o principal argumento de uma pesquisa publicada nessa semana na revista científica Nature, com base em um estudo geoquímico que encontrou vestígios de biomoléculas em escavações no Deserto Australiano.

Essas moléculas indicam uma "explosão" na quantidade de algas nos oceanos, o que provocou mudanças fundamentais na cadeia alimentar.

"Foi uma das mais profundas transições ecológicas e evolucionárias na história da Terra", disse à BBC o alemão Jochen Brocks, que coordenou o estudo.

A proliferação das algas ocorreu 100 milhões de anos antes do que paleontólogos definem como a Explosão Cambriana - uma erupção de formas mais complexas de vida, registrada em …

No centro do Roda Viva, neurocientista fala sobre o exercício e as capacidades do cérebro

Em entrevista, transmitida pela TV Cultura em 25/03/2013, a especialista teve em sua pauta temas sobre o exercício cerebral e sua capacidade.

Suzana formou-se em Biologia - Modalidade Genética - pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e seguiu especialização em Neurociências, com Mestrado pela universidade americana Case Western Reserve e com doutorado na Pierre et Marie Curie e pós-doutorado no Instituto Max Planck, na Alemanha.



A neurocientista vem divulgando suas pesquisas desde quando voltou ao Brasil, em 1999, por meio de sites, livros, artigos, veículos impressos e até mesmo na televisão.

O programa apresentado pelo jornalista Mário Sergio Conti conta com a participação dos seguintes entrevistadores: o biólogo e colunista do Jornal O Estado de S. Paulo Fernando Reinach; a repórter especial da Revista Época e colunista de Saúde da Época On-Line Cristiane Segatto; o repórter da Revista Piauí Bernardo Esteves; a repórter especial do jornal Folha de S. Paulo Claudia Collucci e …

Missão de exploração espacial mais longeva, Voyager completa 40 anos

Sonda Voyager

SALVADOR NOGUEIRA
COLABORAÇÃO PARA A FOLHA

A mais longeva e audaciosa missão de exploração da era espacial completa neste domingo 40 anos. Em 20 de agosto de 1977, partia de Cabo Canaveral, na Flórida, a primeira das duas sondas gêmeas Voyager. Ambas seguem em operação, muito além dos planetas conhecidos do Sistema Solar, sondando a região que separa o domínio do Sol do espaço interestelar.

Cada uma das duas tem em seu currículo feitos impressionantes. A Voyager 1 tornou-se o objeto mais distante a ser enviado pela humanidade ao espaço e a primeira a deixar a chamada heliosfera, a imensa bolha delineada pela influência magnética do Sol.

Já a Voyager 2 foi a única espaçonave até hoje a visitar quatro planetas: Júpiter, Saturno, Urano e Netuno. Os últimos dois, por sinal, até hoje só foram explorados por ela.

Em 1977, contudo, esse sucesso era tudo menos garantido.

"Bem, quando a missão Voyager foi lançada, a era espacial só tinha 20 anos, então realmente não havia b…