Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio 28, 2017

8 relatos sobre óvnis, abduções e ETs que você precisa conhecer

Os relatos mais bem documentados de contato extraterrestre na Rússia, no Irão, nos EUA (incluindo o caso Roswell) e até no Brasil (Pedro Piccinini/Mundo Estranho)

Por Diego Meneghetti

Corpos que voam com velocidades incríveis, emitindo luzes capazes de cegar e deixando marcas no chão e em pessoas. Relatos de quem já viu um objeto voador não identificado (óvni) são cheios de mistério e um quê de charlatanismo. Os ufólogos – gente que investiga essas ocorrências – afirmam que 95% dos avistamentos de disco voador são engano: na maioria das vezes, não passam de um equipamento aéreo incomum, um fenômeno eletromagnético ou pura invenção. De olho na estatística, o site MUNDO ESTRANHO reuniu casos cheios de evidências, documentados por governos e que nem investigações militares minuciosas conseguiram explicar.

ROSWELL (EUA), 1947

Um dos incidentes mais investigados da história permanece sem explicação, abrindo margem para teorias conspiratórias

O fazendeiro William Mac Brazel era acostumado …

Cientistas reacendem um debate de trinta anos sobre vidro por causa de um cálculo

Matemáticos são muito mais cheios de desentendimentos e debates do que você pode imaginar. São discussões sobre coisas que os físicos mais inteligentes do mundo tem dificuldade em entender e eles brigam por anos. Recentemente, uma dupla de matemáticos deflagrou uma velha discussão com uma série de novos resultados que, se corretos, tem grandes implicações em física e até cibersegurança.

O estudante de pós-doutorado de física e matemática Sho Yaida e seu orientador Patrick Charbonneau publicaram uma nova pesquisa no Physical Review Letters mostrando que a estrutura do vidro em nível atômico pode ser ainda mais estranha do que imaginamos. Mas os cálculos podem ter importância em sistemas desordenados, estruturas que incluem, como uma pesquisa diz, “líquidos e vidros, grãos e espumas, galáxias, etc”. Quando Yaida disse a Charbonneau que ele queria trabalhar nesse problema, descobrir se algo chamado “quebra de simetria de réplica” acontecia em vidros com menos de seis dimensões, Charbonn…

Dica educativa para você e seu filho! Modelo Motorizado do Sistema Solar

Totalmente incrível este modelo mecânico motorizado do Sistema Solar!

Por Dado Ellis

O Scientifically Accurate (or thereabouts) Motorized Solar System ilustra os fundamentos do movimento planetário, indicando os períodos orbitais relativos de planetas internos versus planetas externos, com os 8 planetas: Mercúrio, Vênus, Terra com Lua, Marte, Júpiter, Saturno, Urano e Netuno (sem Plutão para tristeza de muitos).

O Scientifically Accurate (or thereabouts) Motorized Solar System tem também um planetário star dome que projeta no teto 38 constelações de estrelas, Sol iluminado com LED amarelo, Cinturão de Asteroides entre Marte e Júpiter (construído na base) e livreto com guia de constelações. Funciona com 4 pilhas AA e mede 34,30 x 25,4 x 16,5 centímetros.





O modelo do Sistema Solar Scientifically Accurate (or thereabouts) Motorized Solar System custa US$49,99 na ThinkGeek, que aceita encomendas do Brasil.

FONTE: http://blogdebrinquedo.com.br categoria "Espacial" ou "Ciên…

Sondas criadas por alunos do ensino médio do Ceará fornecerão dados à 1ª missão lunar brasileira

Alunos de Fortaleza (CE) desenvolvem sondas que vão fornecer dados para a primeira missão lunar brasileira, prevista para 2020 (Foto: André Teixeira/G1)

Com ajuda de professora auxiliar e uma 'vaquinha on-line', alunos de 12 e 17 anos de Fortaleza desenvolvem sondas que vão coletar dados no limite do planeta Terra.

Os laboratórios do quarto andar do colégio Ari de Sá, em Fortaleza, estiveram bastante ocupados nos últimos meses. No local, um grupo de 45 pessoas desenvolve sondas e experimentos que serão colocados em um balão aeroespacial, que voará a 30 mil metros de altitude e cujos dados servirão como base para o Garatéa, a primeira missão 100% brasileira a enviar um satélite à Lua, em 2020.

As sondas Gleiser I, II e III, sementes e os experimentos biológicos que viajarão até a estratosfera terrestre são criados por alunos do ensino fundamental e médio, de 12 a 17 anos, com apoio da escola e acompanhados por uma professora auxiliar.

"A gente está envolvido desde a const…

Operação Prato: 40 anos - Programa Enigmas com Edison Boaventura Jr. - 24/05/2017

Foto Bahia do Sol, objeto maior desacoplando o que seria um ovni menor.

O ufólogo Edison Boaventura Junior fala sobre os 40 anos da Operação Prato no programa Enigmas, apresentado por Cris D'Paschoal e Cathia Gaya.



http://ufos-wilson.blogspot.com.br/2017/04/operacao-prato-40-anos-depois-fotos.html


FONTE: Programa Enigmas/Rede Brasileira de Pesquisas Ufológicas

Quem construirá a primeira estação espacial comercial do mundo?

Start-up quer adicionar uma nova construção à Estação Espacial Internacional como preparação para posto orbital privado

Michael Suffredini tem grandes planos de negócios para a baixa órbita terrestre. Depois de uma década como gerente de programa da Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês) da NASA, ele se aposentou da agência em setembro de 2015 para buscar oportunidades no setor privado, convencido de que uma era de ouro do voo espacial comercial estava surgindo. Em parceria com Kam Ghaffarian, diretor executivo da SGT, companhia que presta serviços para a ISS para a NASA e também treina astronautas americanos, Suffredini co-fundou a Axiom Space no início de 2016.

Como presidente da Axiom, o objetivo de Suffredini é simples: construir e lançar a primeira estação espacial privada do mundo, utilizando a ISS como ponto de partida. A companhia está conversando com a NASA para instalar um novo módulo comercial no único portão de encaixe disponível da ISS entre 2020 e 2021…

Índios norte-americanos produziam miçangas feitas com metal de meteoro

À ESQUERDA, PEÇAS ENCONTRADAS PELOS PESQUISADORES NORTE-AMERICANOS (FOTO: DIVULGAÇÃO/TIM MCCOY)

Estudo realizado no Departamento de Ciências Minerais do Museu Nacional de História Natural do Smithsonian, nos Estados Unidos, mostrou que índios norte-americanos produziam miçangas feitas de rocha do espaço há mais de 2.000 anos. Os objetos analisados foram feitos por nativos da cultura Hopewell e tinham seu material retirado do meteoro Anoka.

Os artesanatos foram encontradas em 1945, em um cemitério Hopewell em Havana, no estado americano de Illinois.Na época foram coletados 24 objetos, mas agora o Smithsonian possui apenas dois artefatos em sua posse.

Tim McCoy, geologista do instituto norte-americano, conseguiu verificar que os objetos possuíam praticamente os mesmo níveis de ferro, níquel e fósforo, além de outros traços de estrutura iguais as do meteoro de Anoka. Nos 1970, os pesquisadores do Smithsonian acreditavam que as peças tinham similiaridades com outras rochas espaciais pres…

Universo curvo mina Teoria da Relatividade

O horizonte de eventos dos buracos negros tem sido alvo de intensos debates entre os físicos.[Imagem: NASA]

Singularidade gravitacional

Físicos demonstraram que as singularidades - que se acredita só serem encontradas no centro dos buracos negros e fora do alcance de qualquer técnica observacional - podem existir em espaços tridimensionais altamente curvos.

Esta é a primeira vez que uma singularidade nua - ou singularidade exposta - foi prevista em um espaço tridimensional.

Isto é importante porque uma singularidade nua interfere com a Teoria Geral da Relatividade de Einstein, detonando inteiramente com as leis da física que conhecemos - uma singularidade gravitacional é um ponto do espaço-tempo no qual a massa (associada com a densidade) e a curvatura do espaço-tempo (associada com o campo gravitacional) de um corpo são infinitas.

Singularidades nuas

A Teoria Geral da Relatividade de Einstein nos diz que a matéria deforma o espaço-tempo ao seu redor, e o que chamamos de gravidade é …

Trens do futuro terão vagões autônomos e inteligentes

Conceito de comboio flexível: os vagões individuais formam um grupo e se juntam autonomamente para criar uma locomotiva completa.[Imagem: DLR]

Vagões autônomos e com motores próprios

Os engenheiros da Agência Espacial Alemã (DLR) não se preocupam apenas com foguetes e naves espaciais: eles estão também ajudando a projetar os trens do futuro.

Mais do que isso, o objetivo do projeto NGT Cargo (Next Generation Train, ou trens da próxima geração) é projetar um sistema de transporte ferroviário de cargas completo, incluindo os vagões e as locomotivas, certamente, mas também os sistemas de carregamento e descarregamento e toda a logística envolvendo a operação do sistema.

A ideia é que cada vagão funcione como uma espécie de "contêiner ambulante", que vá até a fábrica ou armazém, onde é carregado ou descarregado, e depois automaticamente se junte a uma composição que possa levá-lo ao seu destino.

E a viagem completa poderá se dar em várias etapas, com um vagão específico embarcan…

Autor de 'Eram os Deuses Astronautas?', Erich von Däniken sai em turnê por oito cidades brasileiras para defender sua inabalável convicção de que os alienígenas ajudaram os humanos a construir monumentos do passado

Durante as últimas cinco décadas de seus 82 anos de vida, o suíço Erich von Däniken tem propagandeado com ardor uma ideia fantástica que diversos escritores de ficção científica já haviam explorado antes dele — de que extraterrestres teriam visitado o planeta Terra há muitos milhares de anos e interferido de alguma maneira na evolução da humanidade.

Só que Däniken defende com unhas e dentes que a tese dos astronautas antigos, derivada de uma hipótese que, de fato, a ciência não descarta (chamada de paleocontato), não é apenas uma ideia estimulante para reflexões ou narrativas.

Ele sempre esteve convicto de que não somente ela é real, como vai além e afirma que os deuses das civilizações antigas são, na realidade, representações de seres alienígenas.

“Eu posso provar, dou bons exemplos em minhas apresentações”, afirmou por telefone à GALILEU, na véspera de proferir palestra em Porto Alegre nesta quinta (25), a primeira de uma turnê por oito cidades pelo Brasil que deve se estender até…

Observatório faz nova detecção de ondas gravitacionais, a mais distante até agora

POR SALVADOR NOGUEIRA

As ondas gravitacionais atacam novamente. A equipe internacional responsável pelo LIGO (sigla inglesa para Observatório de Ondas Gravitacionais por Interferômetro de Laser) anunciou nesta quinta-feira (1) ter feito mais uma detecção das marolas no espaço-tempo produzidas pela colisão de dois buracos negros.

Já é o terceiro evento do tipo detectado pelo observatório, composto por duas instalações gêmeas instaladas nos estados americanos de Washington e Louisiana, e o mais distante já visto: os buracos negros teriam colidido a nada menos que 3 bilhões de anos-luz da Terra.

As ondas gravitacionais são uma das previsões mais notáveis — e difíceis de confirmar — feitas por Albert Einstein, com sua teoria da relatividade geral. O famoso físico alemão previu que o movimento de objetos com massa pelo Universo produziria marolas no próprio tecido do espaço-tempo — contrações e dilatações — que se propagariam em todas as direções à velocidade da luz. Elas seria mais ou me…

Estudantes investigarão asteroide que passará pela Terra em 2029

Uma espaçonave seria lançada em 2026 para alcançar o ponto ideal de observação a tempo de acompanhar a chegada do asteroide em 2029

Em 2029, o asteróide Apophis passará a uma distância extremamente próxima da Terra. O fênomeno será uma oportunidade única para os cientistas do planeta descobrirem mais sobre como asteróides são formados e qual é sua importância no universo.

Por conta disso, estudantes do Instituto Tecnológico de Massachusetts (MIT), nos Estados Unidos, desenvolveram um projeto para lançar uma nave espacial em direção ao meteoro para que seja feita uma análise de seu formato, tamanho, densidade, topografia, composição e sua taxa e estado de rotação. Os dados servirão não só para conhecer melhor o corpo celeste como também para entender as possíveis consequências de seu impacto no campo gravitacional da Terra.

Os estudantes fazem parte da aula de engenharia de sistemas espaciais, liderada pelo professor de ciências planetárias Richard Binzel e o professor de aeronáuticas…

Bilionário norte-americano afirma que alienígenas já estão aqui

Robert Bigelow, que tem trabalhado por muitos anos com a NASA, comenta em entrevista que visitantes extraterrestres têm vivido entre nós há muito tempo

Chamou a atenção do mundo, e especialmente do meio ufológico, a entrevista concedida pelo bilionário norte-americano Robert Bigelow ao programa 60 Minutes da rede CBS. Entre outros assuntos, ele afirmou estar absolutamente convencido de que há uma presença extraterrestre vivendo entre nós hoje, e que gastou mais do que qualquer outra pessoa, perseguindo a verdade a respeito. A maior parte da entrevista, concedida à jornalista Lara Logan, girou em torno da Bigelow Aerospace, a companhia da qual Bigelow é dono e que tem uma inovadora tecnologia de módulos infláveis que pode revolucionar as viagens espaciais. Vale destacar que o emblema da Bigelow Aerospace é um alienígena estilizado, e essa tecnologia tem sido estudada desde os anos 60 pela NASA antes de o Congresso norte-americano rejeitar financiamento para ela no ano 2000.

Robert Big…

Como sabemos que buracos negros realmente são buracos?

Alguns terráqueos têm a tola tendência de achar que, se eles não entendem algo, esse algo deve ser falso. Isso inclui nossa relação com a mudança climática, o fato de a Terra ser redonda e a existência de buracos negros, manchas tão densas no universo das quais nem a luz consegue escapar.

Sabemos que os buracos negros existem de uma forma ou de outra, mas ninguém os viu com seus próprios olhos ou telescópios, já que eles são negros ou rodeados por uma nuvem de gás quente de coisas que eles destruíram com sua gravidade. Também sabemos que as galáxias têm objetos centrais imensos, que presumimos serem buracos negros supermassivos. Cientistas acham que esses buracos negros são densas massas do menor comprimento possível, cercados de um distante ponto de não retorno de espaço distorcido do qual a luz não consegue escapar, baseados na teoria da relatividade geral de Albert Einstein. Mas suposições não são fatos. Portanto, alguns cientistas quiseram provar para si próprios que Einstein est…