Pular para o conteúdo principal

Cientistas finalmente mediram a força das ligações que juntam a água



A água tem algumas propriedades especiais sobre as quais você certamente já ouviu na aula de química. Mais notavelmente, ela gruda a si mesma muito bem. Seus elos em conjunto parecem com isso no espaço e conseguem subir plantas e sistemas vasculares, tudo graças às ligações de hidrogênio. Agora, cientistas descobriram exatamente o quão grudentas são essas ligações.

Pesquisadores já fizeram imagens de ligações de hidrogênio antes, mas agora aparentemente são capazes de medi-las quantitativamente em ação, usando microscópios com resolução incrivelmente alta. E ter um melhor conhecimento das ligações de hidrogênio pode ser algo imenso ao estudar as moléculas que dependem delas. Isso inclui o nosso próprio DNA, cujas duas correntes são ligadas por ligações de hidrogênio.

Ligações normais ocorrem quando átomos dividem elétrons. Mas os átomos de hidrogênio são apenas cargas únicas positivas ligadas a elétrons únicos. Então, quando eles se ligam a outra coisa, a molécula resultante tem um lado positivo exposto. Esse lado pode grudar a pedaços negativos de outras moléculas. A nova técnica foi capaz de medir a força e o comportamento dessas ligações.

“Potencialmente, essa técnica pode ser expandida para identificações” da geometria e da química “de moléculas maiores e mais complexas como DNAs e polímeros”, escreveram em um artigo publicado na última sexta-feira, no periódico Science Advances.

Existem muitas diferentes formas de observar os vários átomos que compõem as moléculas, incluindo técnicas com nomes compridos como “espectroscopia infravermelha”, “espectroscopia por ressonância magnética nuclear” e “cristalografia de raio-x”. Esses métodos precisam analisar a luz que bate em uma amostra. Mas, em todos os casos, é super difícil identificar átomos de hidrogênio específicos.

É aí que entra o método por trás da nova técnica de imagem, a microscopia de força atômica. Pesquisadores já usaram-na para analisar átomos individuais em moléculas, mas nunca ao ponto da resolução de um hidrogênio. O microscópio é basicamente uma sonda com uma molécula em uma ponta hiper afiada, que nesse caso era monóxido de carbono. Os pesquisadores descobriram que a força das ligações de hidrogênio mais fortes estavam no máximo por volta de 40 pico-Newtons, ou aproximadamente 25 bilhões de vezes menor que um Newton, que é a força necessária para acelerar uma massa de um quilo de zero a um metro por segundo em um segundo. Em outras palavras, é uma força minúscula, mas é o que esperavam.


Mais moléculas foram captadas pelos pesquisadores (Kawai et al)

Um pesquisador com quem conversei, o químico Henry Rezpa, do Imperial College of London, achou a técnica interessante — ela “efetivamente completa a tabela periódica para a técnica de microscopia de força atômica”. Os químicos normalmente inferem a existência de átomos de hidrogênio em moléculas, e suas inferências geralmente estão corretas. Mas, de vez em quando, inferir a existência de hidrogênio não é o bastante, especialmente quando os pesquisadores querem confirmar a existência de uma ligação desconhecida de hidrogênio.

Ainda assim, “vai ajudar a fechar uma pequena mas significante lacuna nos métodos que nós temos para estudar as estruturas das moléculas”, ele disse.

[Science Advances]

Imagem do topo: Kawai et al

FONTE: GIZMODO BRASIL

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Conheça histórias de pessoas que foram abduzidas por Extraterrestres

As pessoas do mundo se dividem em dois grandes grupos e um terceiro bem pequeno.

Os dois grandes grupos são: aqueles que acham que ETs existem e aqueles que acham que ETs não existem.

Correndo por fora, existe uma minoria silenciosa que se mantém quietinha, aparentemente, porque, se essas pessoas disserem as coisas que elas sabem, ninguém acreditaria nelas.

Elas fazem parte do pequeno grupo que jura de pé junto ter feito contato com seres extraterrestres.

O fotógrafo nova-iorquino Steven Hirsch, de 63 anos, é um cara que, se não acredita nessas pessoas, pelo menos acredita no direito que elas têm de contar suas histórias do jeito que quiserem.

Por isso, ele criou um blog em que entrevista e fotografa gente que diz ter sido abduzida por alienígenas. O endereço é littlestickylegs.blogspot.co.uk.

- Eu não quero que os meus leitores tenham nenhum tipo de ideia pré-concebida sobre essas pessoas até qie eles vejam suas imagens e leiam suas palavras. Minhas entrevistas mal conseguem ir além…

Ovnis e estranhas criaturas próximos ao Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (RN)

Desde o ano de 2016 militares da Aeronáutica que trabalham na Barreira do Inferno já percebiam bolas de luzes alaranjadas como também feixes de luzes amarelados no céu noturno, bem próximo daquela região. Por desconhecerem totalmente a origem dessas luzes misteriosas e a finalidade delas, vários militares observavam intrigados e chegavam a comentar entre eles sobre esses fenômenos luminosos. Dias após a percepção dessas claridades no céu noturno, alguns militares começaram a perceber ao redor daquela localidade o aparecimento de criaturas vivas, de seres que não eram humanos. Um dos militares chegou a ver um "Urso Polar" e imediatamente comunicou a outros militares de plantão. Tal militar chegou a passar mal após a aparição de tal criatura. Já um outro militar flagrou uma outra criatura aparentando ser um "homem de grande porte" sair andando de dentro da água do mar. Outro militar relata que presenciou duas criaturas que de início pareciam apenas dois cachorros g…

Ovnis em Iporanga (SP)

Entrada da Casa de Pedra, caverna com maior boca do Mundo, 215 metros.

Iporanga em tupi significa “Rio Bonito” e foi palco da exploração de ouro no período colonial e, posteriormente da exploração de chumbo e zinco no século passado. Na região há famosas cavernas: Formação Iporanga e Formação Votuverava. Em Iporanga, efetuaram-se diversos estudos de mapeamento geológico e pesquisa mineral, sobretudo pela CPRM - Serviço Geológico do Brasil. A seção geológica mais conhecida é o famoso perfil Apiaí-Iporanga. A cidade atrai muitos visitantes por possuir lindas cachoeiras, piscinas naturais, vales, grutas e cavernas. Iporanga é a cidade que possui o maior número de cachoeiras em todo o Brasil, nas 365 cavernas cadastradas. O turista poderá praticar esportes radicais como o rapel, canyonismo e trekking. Atrativos culturais podem ser visitados como o museu da cidade, a Igreja Matriz e as casas com o estilo colonial. Por todos estes motivos, Iporanga é considerada um dos mais importantes cent…