Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Dezembro 22, 2013

Asteroide recém-descoberto raspou a Terra

Um asteroide de poucos metros de diâmetro passou perigosamente pela Terra na manhã do dia 23 de dezembro 2013, apenas algumas horas após sua descoberta e sem que houvesse qualquer tipo de aviso de aproximação. Embora pequeno, o impacto poderia causar grandes prejuízos.

Batizado de 2013 YB, a rocha passou pelas vizinhanças da Terra às 10h00 da manhã a apenas 26 mil quilômetros de altitude, 10 mil km mais baixo que a linha onde ficam os satélites geoestacionários.

A aproximação ocorreu a menos de sete horas após ter sido detectado pelo telescópio robótico de 630 milímetros de diâmetro do Centro Catalina de Pesquisas do Céu, ligado à Universidade do Arizona.

Apesar de ter sido detectado no dia 23, a confirmação da descoberta só ocorreu na noite do dia 24, quando objeto já havia se afastado. Essa defasagem acontece devido ao método empregado pelo centro de vigilância, em que a análise das imagens é feita através computadores que comparam os diversos frames na busca de algum objeto móvel.

Computador voador: conheça o Gripen, novo caça comprado pelo Brasil

Na quarta-feira (18), o governo anunciou o avião de caça vencedor da concorrência internacional para selecionar uma nova aeronave de combate para nossa Força Aérea. Para a surpresa de alguns, o vencedor foi o sueco Saab JAS 39 Gripen, ou somente Gripen.

Como a notícia está dando o que falar pela Internet, o Canaltech resolveu destrinchar a tecnologia dessa aeronave, que é a espinha dorsal da Força Aérea da Suécia e, apesar do seu pequeno tamanho e simplicidade, é uma arma altamente tecnológica, versátil e letal.

Primeiro falaremos um pouco da história da aeronave, bem como o motivo dela ter sido desenvolvida.

1 - O programa Gripen

A Suécia, no contexto da guerra fria, sempre temeu uma invasão pela União Soviética, e por isso sempre desenvolveu domesticamente suas armas (aviões, tanques, submarinos e navios). Antes do Gripen, ela possuía duas aeronaves principais, o Saab 35 Drakken e o Saab 37 Viggen (aviões com aparência bem estranha, diga-se de passagem), que já estavam ficando velh…

Enviam mensagem através da Vodca sem a garrafa. Chegou a comunicação molecular?

Investigadores da Universidade britânica de Warwick e de York, Canadá, desenvolveram um método que permite "programar" qualquer mensagem traduzindo um código binário nas moléculas voláteis de álcool etílico.

Se trata da primeira vez que se comprova a possibilidade de estabelecer comunicação a nível molecular. Em particular, os cientistas retransmitiram as primeiras palavras do hino nacional do Canadá ("O, Canada") a uma distância de quatro metros em seu laboratório, segundo a revista 'Plos Ones'.

O receptor responsável por descifrar as mensagens moleculares, foi criado a partir de dispositivos eletrônicos disponíveis para todos, cujo custo é de aproximadamente cem dólares. Os transmissores eram na realidade aerosois a base del álcool, que contém uns e zeros próprios da linguagem binária.

"Acreditamos ter enviado a primeira mensagem de texto no mundo transmitida em sua totalidade com comunicação molecular, controlando os níveis de concentração das mo…

Objeto não identificado quase colide com Airbus A320 em pleno voo

Diagrama anexado ao relatório, mostra a direção em que o objeto misterioso viajava.

Um piloto de uma aeronave comercial Airbus A320, carregado de passageiros, tomou uma instância evasiva, assustado com a aproximação de um OVNI a 34.000 pés de altitude.

O capitão da aeronave avistou um objeto prateado vindo em direção à sua cabine de voo, quando sobrevoava Berkshire, na Inglaterra. Ele olhou para fora de sua janela, à esquerda do avião, a um segundo antes do acidente bizarro.

Um relatório de segurança expôs: “Quando ele virou para olhar para olhar para frente, ele percebeu um objeto vindo em sua direção, que parecia estar na mesma altitude, levemente acima do para-brisa. Tendo pouco tempo para focar, ele estimou que estava em rota de colisão, sem tempo para reagir. Sua reação imediata foi se abaixar para a direita e alcançar o primeiro oficial para alertá-lo.”

O assustado capitão exclamou: “Você viu aquilo?”

Mas o primeiro oficial, não tendo visto o OVNI, respondeu: “Viu o quê?”

O …

Nanopartículas viram sistemas planetários para formar "coisas"

O "planeta-sol" dessa nanoastronomia é uma nanopartícula de ouro, circundada por "luas" de prata. [Imagem: LMU]

Modelo de planeta e satélites

Físicos alemães desenvolveram um modelo planeta-satélite para conectar e organizar nanopartículas com precisão, criando estruturas tridimensionais.

Ao contrário do que possa parecer, eles não se inspiraram na astronomia, mas nos fotossistemas de plantas e algas.

Por isso, as primeiras nanoestruturas artificiais estão sendo projetadas para coletar e converter energia solar - em eletricidade, hidrogênio ou combustíveis químicos.

De forma bastante adequada, o "planeta-sol" dessa nanoastronomia energética é uma nanopartícula de ouro, circundada por "luas" de prata ou outras nanopartículas menos poéticas, mas muito úteis, como seleneto de cádmio ou corantes orgânicos.

Robert Schreiber, da Universidade de Munique, criou fitas de DNA perfeitamente projetadas para conectar os satélites ao planeta central, de uma …

Conheça os projetos de empresários que pretendem 'conquistar o espaço'

Daqui a um ou dois anos, viajar para o espaço vai deixar de ser exclusividade de governos e astronautas.

Pelo menos uma dezena de empresas privadas investe milhões de dólares para desenvolver espaçonaves que serão capazes, entre outras missões, de levar turistas ao espaço a preços "razoáveis".

A corrida espacial privada tem entre os seus competidores bilionários do Vale do Silício, como Elon Musk (fundador do PayPal) e Jeff Bezos (Amazon), e tem sido impulsionada pela própria Nasa.

Sem orçamento para investir sozinha em programas espaciais ambiciosos, a agência especial americana canaliza recursos para empresas desenvolverem projetos de forma mais rápida e eficaz.

A empresa SpaceX, de Elon Musk, firmou contrato de US$ 1,6 bilhão com a Nasa para desenvolver uma espaçonave cargueira e realizar 12 missões não tripuladas para a estação espacial internacional (EEI). No ano passado, o cargueiro Dragon, da SpaceX, foi a primeira nave privada a se acoplar à EEI. Voltou trazendo uri…