Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro 16, 2012

Robô Curiosity encontra pedra em forma de pirâmide em Marte

Composição química da rocha deve ser analisada nesta sexta-feira (21).
Objeto foi batizado de Jake Matijevic, em tributo a engenheiro da Nasa.

O robô Curiosity, que está em Marte desde o dia 6 de agosto, detectou na quarta-feira (19) uma pedra cujo formato lembra uma pirâmide egípcia. A composição química do objeto deve ser analisada nesta sexta-feira (21).
E a rocha já ganhou até nome: Jake Matijevic, em homenagem ao engenheiro da Nasa Jacob Matijevic, que morreu há um mês, aos 64 anos, e era um dos responsáveis pela missão ao planeta vermelho – além das anteriores Opportunity, Spirit e Sojourner.
A pedra tem 25 cm de altura e 40 cm de largura. A foto abaixo foi feita pela câmera Navcam, no braço do jipe, a 2,5 metros de distância do objeto.

Segundo os cientistas da Nasa, esse será o primeiro alvo de um kit de dez instrumentos do Curiosity, que inclui uma colher para recolher amostras da superfície de Marte, um aparelho de raio X chamado espectômetro e uma lente para fazer imagens ap…

NASA começa a trabalhar em uma versão real da dobra espacial de Star Trek

“Talvez uma experiência Star Trek antes de nós morrermos não seja uma possibilidade remota.” Essas são palavras do Dr. Harold “Sonny” White, Chefe do Tema de Propulsão Avançada do Engineering Directorate da NASA. O Dr. White e seus colegas não só acreditam que uma versão na vida real da dobra espacial seja teoricamente possível; eles já começaram a trabalhar na criação de uma.
Sim. Uma dobra espacial de verdade, Scotty.
Quando o assunto é exploração espacial, ainda somos homens das cavernas. Chegamos à Lua e mandamos alguns robôs durões a Marte. Nós também já temos aquelas portas automáticas que se abrem suavemente quando alguém chega perto, mas isso é tudo. É legal, mas estamos longe de ser a civilização espacial de que precisaremos se quisermos sobreviver por milênios.
Com as nossas tecnologias de propulsão atuais, as viagens interestelares são impossíveis. Mesmo com tecnologia experimental, como propulsores de íon ou uma nave cuspindo loucamente explosões nucleares, seriam necessá…

Índia vai lançar missão espacial a Marte em 2013

Presidente da organização espacial indiana afirma que missão será lançada em 27 de novembro, quando o planeta estará mais próximo da Terra

A Índia já tem data marcada para lançar sua primeira missão espacial a Marte. Nesta segunda-feira, o presidente da Organização Indiana de Investigação Espacial (ISRO, na sigla em inglês), K. Radhakrishnan, anunciou que uma sonda não tripulada deverá ser enviada ao espaço no dia 27 de novembro de 2013. Nesse dia, Marte estará mais próximo da Terra, justificou Radhakrishnan, ao falar a jornalistas na cidade de Bangalore.

A sonda não tripulada orbitará o planeta vermelho para, segundo o presidente do ISRO, estudar a atmosfera e as condições de vida do planeta.

O lançamento já tinha sido confirmado em meados de agosto pelo premiê indiano, Manmohan Singh, durante seu discurso na celebração do aniversário de independência do país. Os planos para Marte marcam uma nova etapa no ambicioso programa espacial indiano, considerado motivo de orgulho nacional. …

Satélite da Nasa detecta nevascas de dióxido de carbono em Marte

O satélite Mars Reconnaisance Orbit (MRO), da Nasa, enviou dados que mostram a ocorrência de nevascas de dióxido de carbono em Marte (Nasa)

Sonda encontrou nuvens da substância, que precisa estar a 120ºC negativo para congelar, no polo sul do planeta vermelho

Dados coletados por um satélite em órbita de Marte indicaram a ocorrência de nevascas de dióxido de carbono no planeta. O fenômeno difere da precipitação de neve observada na Terra, composta por água, uma vez que o dióxido de carbono precisa de pelo menos 120ºC negativos para congelar na atmosfera de Marte (o dióxido de carbono solidificado também é conhecido por 'gelo seco'). A descoberta faz de Marte o único planeta em todo o sistema solar onde esse tipo ocorrência é conhecido.

A conclusão foi apresentada nesta segunda-feira. A coleta de informações foi feita pela sonda Mars Reconnaissance Orbiter (MRO), da Nasa, a agência espacial dos Estados Unidos. Em 2008, outro satélite de pesquisa na órbita marciana, conhecido po…

Telescópio Hubble fotografa galáxia mais distante já observada

A galáxia só foi identificada graças aos dois telescópios da Nasa e a um efeito conhecido por 'lentes gravitacionais', que aumentou o brilho da luz (ponto vermelho, no lado inferior direito, em 15 vezes (Nasa)

Feixes de luz viajaram mais de 13,2 bilhões de anos-luz até serem capturados pelas lentes do satélite da Nasa

Astrônomos identificaram o que pode ser a mais distante galáxia já avistada. Dois observatórios orbitais da Nasa (a agência aeroespacial dos Estados Unidos), o Hubble e o Spitzer, capturaram feixes de luz que viajaram mais de 13,2 bilhões de anos-luz até atingirem as lentes dos telescópios. Ou seja, a pequena galáxia recém-descoberta já existia quando o nosso universo tinha 500 milhões de anos – ou apenas 3,6% dos 13,7 bilhões de anos que ele tem hoje. A Nasa tornou público o achado nesta quarta-feira.

Wei Zheng, pesquisador do departamento de física e astronomia na universidade americana Johns Hopkins, em Baltimore, afirmou ao site da Nasa que a nova descoberta…

The History Channel: Contato Extraterrestre Latino América

ESTUDO APONTA ESTRELA COM O MAIOR CAMPO MAGNÉTICO DO UNIVERSO

Um estudo conduzido por um grupo de pesquisadores do Royal Military College e da Universidade Mount Allison, ambos no Canadá, confirmou que a estrela NGC 1624-2 possui o maior campo magnético do Universo, dentre as que se tem conhecimento. Descoberta há poucos meses, ela conta com uma campo magnético aproximadamente 20 mil vezes mais potente que o do Sol e também com uma massa que é 30 vezes a do nosso “astro-rei”. Além disso, seu campo magnético é ao menos 10 vezes mais intenso que os campos magnéticos das estrela consideradas as maiores até onde a ciência tem conhecimento.


Esta supernova, localizada na nebulosa de NGC 1624, na constelação de Auriga, está no crepúsculo de sua evolução, que pode ser observado nas grandes explosões de energia que produz. Estima-se que essa estrela terá uma vida em torno de cinco milhões de anos. Um fato que causou surpresa nos cientistas foi a lentidão de sua rotação: ela leva em torno de 160 dias terrestres para girar sobre seu eixo. Por outro lado, …

Inscrição em pedaço de papiro sugere que Jesus Cristo seria casado

Pedaço de papiro traz a inscrição: 'Jesus disse a eles, minha esposa' (Foto: Karen L. King/Harvard/Divulgação)

Para autora, achado mostra que tema não era tabu no início do Cristianismo.
Documento foi apresentado em congresso nesta terça-feira (18).

Uma inscrição antiga feita em papiro pode sinalizar que Jesus Cristo tinha uma esposa. O material foi apresentado nesta terça-feira (18), durante o 10º Congresso Internacional de Estudos Coptas, que está sendo realizado em Roma, na Itália.
Copta é o nome que se dá à língua falada no Egito na época do Império Romano, quando viveu Jesus. É nessa língua que está escrito fragmento de um texto com os dizeres: “Jesus disse a eles, minha esposa...”.

O pedaço de papiro tem aproximadamente quatro centímetros de altura e oito de largura. Segundo Karen King, professora da Faculdade de Teologia de Harvard, nos EUA, que apresentou a peça, o documento foi escrito na segunda metade do século 2.

“Esse novo evangelho não prova que Jesus era casado,…

Experiencia genética, ser extradimensinal ou extraterrestre?

Retrado falado do ser observado em Porto Rico

Cada vez mais pessoas asseguram ter visto o ser estranho que foi entitulado de "Gargula", na ilha de Porto Rico, uma verdadeira caçada esta sendo realizada por moradores que vão com armamento pesado em busca do tal ser.



FONTE: UNIVISION

Fragmentos de meteorito 'não alterado' são encontrados no Saara

Fragmento do meteorito "Tissint", que foi encontrado no Marrocos no ano passado. Restos de outro meteorito foram descobertos no Saara Ocidental (Carl B. Agee/AFP)

Cientistas marroquinos divulgaram ter encontrado fragmentos de um meteorito ‘não alterado’ nas areias do Saara Ocidental, uma antiga colônia espanhola que atualmente é ocupada pelo Marrocos. A descoberta aconteceu no dia 20 de maio, logo após o choque do meteorito contra as areias do deserto, mas só foi divulgada nesta semana.

Os fragmentos estão sendo analisados em uma Universidade Ibn Zohr, em Agadir, no Marrocos. Os cientistas buscam possíveis moléculas orgânicas e microdiamantes.

Segundo professor de astronomia Abderrahman Ibhi, o meteorito foi considerado ‘não alterado’, porque foi encontrado pouco tempo após sua queda. É uma ocasião rara. Normalmente, fragmentos desse tipo são achados muitos anos depois da queda, quando já estão profundamente alterados pelo oxigênio e pela água terrestres, dois elementos que …

Robô Opportunity encontra mistério geológico em Marte

Pequenos objetos esféricos preenchem um afloramento na superfície de Marte. A imagem é um mosaico de quatro fotografias realizadas pela Opportunity, numa área de 6 centímetros. (NASA/JPL-Caltech/Cornell Univ./ USGS/Modesto Junior College)

Na semana passada, o robô Opportunity capturou imagens que estão intrigando os cientistas da Nasa. Em seu passeio pela superfície de Marte, ele descobriu pequenos objetos esféricos diferentes de qualquer coisa já encontrada pelos pesquisadores. A Opportunity estava investigando o afloramento de uma rocha na superfície da Cratera Endeavour quando encontrou as esferas, que medem cerca de três milímetros cada uma.

Elas são diferentes de outras esferas encontradas pelo robô em várias localidades desde 2004, quando ele pousou no planeta. As 'blueberries', como ficaram conhecidas, foram formadas pela ação da água dentro das rochas e serviram de evidência para os cientistas concluírem que Marte havia sido úmido no passado. No entanto, as novas esfer…

Laser mais estável do mundo

O comprimento do ressonador - a distância entre seus dois espelhos - determina a frequência na qual a luz pode começar a oscilar em seu interior. [Imagem: PTB]

Pêndulo atômico

Lasers geralmente são sinônimo de precisão e alta tecnologia.

Mas a própria tecnologia tem imposto novas exigências a essa precisão.

É o caso dos relógios atômicos, que dependem de raios laser que emitam luz com uma frequência que praticamente não oscile.

O "pêndulo", isto é, o sistema oscilatório de um relógio atômico, é uma estreita linha de absorção em um átomo ou íon, cuja frequência de transição é lida por um laser.

A largura de linha dessas transições tipicamente corresponde a uns poucos milihertz, um valor que pode não ser alcançado pelos ressonadores de vidro usados atualmente, devido à sua estabilidade limitada.

O problema acaba de ser solucionado por Thomas Kessler e seus colegas do instituto PTB (Physikalisch-Technische Bundesanstalt), na Alemanha.

Eles criaram um novo ressonador que permiti…